Mutirão da Simplificação fica em Sobradinho até sexta (2)

0
589

Iniciativa visa facilitar o registro e o licenciamento de empresas. Em 2017, foram feitos 24.410 atendimentos, e mais de 3 mil pessoas participaram das capacitações gratuitas. O governador Rodrigo Rollemberg participou da abertura do evento nesta manhã

 

O mutirão fica no estacionamento do Estádio Augustinho Lima, em Sobradinho, até sexta-feira (2). Esse é o primeiro de 2018. A previsão é atender 600 pessoas e capacitar 250 até 2 de fevereiro.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, passou por lá nesta manhã. “De maio até dezembro de 2017 tivemos 44 mil desempregados a menos no DF graças, em grande parte, a esse esforço colaborativo do governo e do Sebrae no sentido de incentivar esses que são grandes empregadores”, disse.

 

O objetivo do mutirão é fornecer orientações sobre registro e licenciamento de empresas, bem como capacitações e consultorias.

“Temos palestras, cursos e consultorias disponíveis para todos os micro e pequenos empresários da região. E, graças à parceria com o governo de Brasília, é tudo gratuito”, destacou o diretor-superintendente do Sebrae-DF, Rodrigo de Oliveira Sá.

Todas as informações repassadas são de acordo com a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios no Distrito Federal (Redesimples).

Mais de 24 mil pessoas atendidas nos Mutirões da Simplificação em 2017

Em 2017, houve cinco Mutirões da Simplificação. Os atendimentos contam pela primeira vez com a simplicidade do sistema de Registro e Licenciamento de Empresas (RLE), que acelera a abertura e o fechamento de negócios no Distrito Federal.

No ano passado, 1.056 pequenos negócios deram entrada no RLE e 378 empresas foram licenciadas. Ao todo, 24.410 pessoas passaram pelos atendimentos e mais de 3 mil participaram das capacitações.

As inscrições para palestras e oficinas, bem como toda a programação, estão disponíveis no site (www.df.sebrae.com.br) ou na central de atendimento do Sebrae-DF, pelo telefone 0800 570 0800.

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here